O Círculo Cultural e a nova Direcção,

para o Triénio de 2007/2009

Março 2007

No passado dia 14 de Março, reuniram os sócios do Círculo Cultural, em Assembleia Geral ordinária, para que a Direcção apresentasse o Relatório e Contas, relativamente ao ano transacto e, ainda, para eleger os corpos gerentes para o triénio de 2007-2009.

O Presidente da Mesa, Pedro Canavarro, secretariado por Maria Antónia Costa, abriu a sessão e deu a palavra ao Presidente da Direcção cessante, Joaquim Botas Castanho, o qual apresentou o Relatório, destacando os momentos de maior relevo do ano de 2006.

Depois de aprovado por unanimidade, falou Eliseu Raimundo, protagonista da lista candidata ao novo triénio, que expôs as intenções que presidiram à sua constituição, referindo que “na continuidade, pretende-se expandir, criar e inovar”, para que o Círculo Cultural acompanhe as mudanças e os novos tempos.

De acordo com os propósitos anunciados, Eliseu Raimundo evidenciou como “linha definidora da actuação futura, a realização de um plano de inovação das práticas artísticas que favoreça a fruição e participação cultural”, promovendo o apoio e a colaboração entre as diferentes Secções, os Departamentos e outros associados. A criação de espaços de educação não formal, ao nível das artes e a ampliação do espaço físico, de forma “realista e necessária à prossecução dos fins traçados”, são dois dos objectivos que se impõem.

Outra preocupação desta candidatura passa, também, pela “reorganização da gestão financeira e administrativa”, bem como pela necessidade de repensar a organização funcional desta Casa, com vista à “agilização de decisões, à promoção de uma maior consciência colectiva e um melhoramento do espírito associativo essencial ao aprofundamento da cidadania e da prática democrática.

Os novos Corpos Gerentes, eleitos nesta Assembleia Geral, apresentam a seguinte constituição: Mesa da Assembleia Geral > Joaquim Botas castanho, presidente; João Manuel Reis Ventura e Luís Melo e Castro, secretários; Direcção > Eliseu Raimundo, presidente, Conceição Maria Prino, vice-presidente, Jorge Manuel Rosário Vieira, tesoureiro, Luísa Maria Teixeira Barbosa e Vítor João Murta da Silva, secretários, Vasco Alexandre Marques Serranho, Manuel Vasco Nogueira, Maria Margarida Lencastre Fróis e António Júlio Rodrigues dos Santos, vogais; Conselho Fiscal > Francisco António Maia Jerónimo, Idalina Grego Oliveira e António Rocha Pinto. [LTB]