ORQUESTRA TÍPICA SCALABITANA

78 ANOS A CANTAR O RIBATEJO

1946 / 2024


A Orquestra Típica Scalabitana formou-se em 1946, mas foi em Março de 1947 que se integrou no Orfeão Scalabitano, como uma das suas secções. O maestro António Gavino, jovem músico amador e autodidata, de 23 anos de idade, portador de um filão criador inexplorado até então, foi o seu fundador.

Criador da famosa “Marcha Ribatejana”, António Gavino imprimiu à orquestra o seu cunho pessoal, a filosofia de um estilo, tendo conseguido a continuidade da música popular e regional do Ribatejo. Em 1996, a Câmara Municipal de Santarém atribui-lhe a Medalha de Ouro da Cidade, no seu 50.º aniversário.

Hoje, a Orquestra Típica Scalabitana é constituída por orquestra e coro misto; tem cerca de quarenta elementos, com idades compreendidas entre os 12 e os 65 anos. Os elementos da orquestra estão distribuídos pelos seguintes instrumentos: bandolins (6), flautas (2), flautim (1), acordeões (2), violas (3), violões (2), e bateria (1). Todos se apresentam em público com trajes típicos do Ribatejo desde 1948.

Realizou concertos em todo o território português, incluindo a Região Autónoma da Madeira e, internacionalmente, actuou em diversos festivais de música em Espanha, França, Bélgica, Alemanha e Macau.

Em 1997/98, iniciou uma actividade didáctica com ateliers de Bandolim, Viola e Coro Infantil, com o objectivo de facilitar o acesso aos instrumentos e o gosto pelo canto, numa tentativa de garantir a continuidade da Orquestra.

MAESTROS

  • 1946 / 1952
  • 1953 / 1957
  • 1958 / 1965
  • 1966
  • 1967 / 1974
  • 1975
  • 1976 / 1997
  • 1998 / 2009
  • 2009 / 2016
  • 2017
  • ANTÓNIO GAVINO
  • CASIMIRO SILVA
  • JOAQUIM LUÍS GOMES
  • DAVID COSTA E SILVA
  • CASIMIRO SILVA
  • VICTOR BONJOUR
  • ANTÓNIO GAVINO
  • JORGE COSTA PINTO
  • JOÃO PINOTE
  • ABÍLIO FIGUEIREDO
MEDALHA DE OURO DA CIDADE DE SANTARÉM 1996

DISCOGRAFIA


dir. Joaquim Luís Gomes

coral e orquestra típica ribatejana

TEMAS

CÍRIO DA ATALAIA – Quadro Rústico
Joaquim Luís Gomes – Maria Nelson
LEZÍRIA – Fandango
Joaquim Luís Gomes – Jerónimo Bragança
RONDA RIBATEJANA
Joaquim Luís Gomes – António de Sousa Freitas

1958

1964

dir. Joaquim Luís Gomes

RIBATEJO

TEMAS

Vindimas, Zé dos Figos, Pampilho ao Alto, Trovas da nossa Terra, Círio da Atalaia, Lezíria, Ronda Ribatejana, Manel da Eira, Fandango, Montanheira, Desgarrada do Vale de Santarém.

dir. Casimiro Silva

VARA LARGA

TEMAS

Ribatejo, Salgueiros do Tejo, Faisão, Não saltes o muro, Talvez, Quem Canta seu mal Espanta, Vara Larga, Chula, Menina, Cata-vento, Não me lembres esta moda, Romarias.

1973

1982

dir. António Gavino

DO LADO DE CÁ DO TEJO

TEMAS

Do lado de cá do Tejo Rio Abaixo, Será Não será Sabes lá, Olha o Velho, Que bem que lhe vai, Marcha Ribatejana, Canção das Ceifeiras, Rio Abaixo, Amor às avessas, Sabes Amigo, O Combóio da Beira Baixa, Eu fico sempre no cais, Fandango da Golegã.

dir. António Gavino

BORDA D’ÁGUA

TEMAS

Borda d’Água, Meia noite o sol é posto, Carreirinhas, Declaro-me livre, Vira dos Malmequeres, Parabéns Cidade, Ribatejano Moda a dois passos, Dia de S. Martinho,Vira da Rapioca, Espalho o meu coração por essas ruas, Abegão de folga.

1985

1991

dir. António Gavino

QUANDO HAVIA MILHO REI

TEMAS

Quando havia Milho Rei, Galopa Galopa, Barcaça Perdida, Canto Ribatejano, Vira Picado, Amor Tresmalhado, Lezíria Verde, Meditei, Santarém do Ribatejo, Canto da Lezíria e do Bairro, Vira da Tapada, Eu te canto Ribatejo.

dir. António Gavino

45 ANOS DEPOIS

TEMAS

Baile da Adiafa, Seca-Adegas, Vira de seis, O Ribatejo é Solteiro, Conversa Fiada, Forcados de Santarém, Derriço de Campino, Pisa com jeito, Éh Nazaré, Eu pedi-te um beijo, Melancolia, Os três Santos Populares.

1991

1994

dir. António Gavino

MARCHA RIBATEJANA

TEMAS

Marcha Ribatejana, Beijei Olaias em Flor, Nascer aqui, Concertinas no Adro, Dizem p’raí Padeirinha, Dança na Eira, Casamento na Aldeia, Arriba Tejo, Dias das Bateiras -Meu sal, Meu sol-, Os Olhos da Marianitao.

dir. Jorge Costa Pinto

FANDANGANDO

TEMAS

Esboço de Faena, Fadangando, Senhora do Livramento, Vira Ribatejano, Roseira Brava, Alecrim, Levei o Fado à Feira, Chaminés Algarvias, Recordações, Vira do Minho, Seca-Adegas, Pampilho ao Alto, O Trevo, Toño, Marcha Ribatejana.

2004

2011

colectânea – Bodas de Platina da OTS

65 ANOS A CANTAR O RIBATEJO

TEMAS

Marcha Ribatejana, Fandango da Golegã, Desgarrada do Vale de Santarém, Não Me Lembres Esta Moda, Vira da Rapioca, Canção das Ceifeiras, Quando Havia Milho Rei, Arriba Tejo, Vira de Seis, Sabes Amigo, Salgueiros do Tejo, Ribatejo, Eu Fico Sempre No Cais, Olha o Velho, Dizem P’raí, Os Três Santos Populares, Abegão de Folga, Vira Picado, Nascer Aqui, Manel da Eira, Derriço de Campino, – Será, Não Será, Sabes Lá – , Fandango, Via da Tapada, Eu Te Canto Ribatejo, Padeirinha, Do Lado de Cá do Tejo.


78 ANOS

1946/2024