Concerto da Orquestra Típica Scalabitana

60 Anos – 2006

18 de Março no TSB

O concerto da Orquestra Típica Scalabitana, no passado dia 18 de Março, no Teatro Sá da Bandeira, foi o culminar das cerimónias que marcaram o seu 60.º Aniversário.
No seu programa observou-se variedade e surpresa. Na primeira parte, o maestro Jorge Costa Pinto, de mestria reconhecida, quis brindar o público e amigos com duas estreias – “Fado do Campino” e “Lyra”, do folclore açoriano – de uma grande beleza, especialmente a última que conjugou uma perícia extraordinária na capacidade de unir a diversidade dos instrumentos com a diversidade das vozes do coro. O Fado do Campino contou com a belíssima voz do solista. Depois do intervalo, o professor de viola da Oficina da Música, Tiago da Neta, apresentou os seus alunos em primeira audição, de forma a constatarmos a capacidade desses jovens que apostaram na aprendizagem da viola: Francisco Braz, Ana Rita Marecos, Mariana Mendes, Mariana Amaro, João Pedro Camilo e Tiago Godinho. O programa continuou com a Orquestra Típica e os seus temas conhecidos: Vira Ribatejano, senhora do Livramento, Tirana, Vira picado, Vira do Minho, Parabéns cidade, vara larga, Lá Vai Serpa, Lá Vai Moura, Mané Chiné, Meu Sal Meu Sol, Boleeiros e Rio Douro, terminando, claro está!, com a Marcha Ribatejana. Foram solistas: Aurora Barbosa, Marília Picoto, Rute Carvalho, Tininha Casadinho, Manuel Coelho, José Manuel Marques.
Este aniversário só foi possível com o apoio do Governo Civil de Santarém, da Câmara Municipal de Santarém, da Região de Turismo de Santarém e da Escola de Hotelaria de Santarém.
As fotos do momento aqui.